Exporsado | História das Ostras em Portugal
Descubra qual a origem e história das ostras e como chegaram a Portugal.
Ostras em Portugal, História das ostras, Exporsado, Ostras portuguesas
49
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-49,,qode-title-hidden,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-13.7,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive
cruz-exporsado

Existem provas da existência e consumo de ostras desde os tempos pré-históricos, mas a variedade mais apreciada chegou à Europa durante os descobrimentos portugueses, provenientes do mar do Japão.

Muito apreciadas em França, as “Portugaises” povoaram Arcachon após o naufrágio da embarcação “Le Morlasien” que as levava para consumo nesse país.

UM POUCO DE HISTÓRIA

Nas décadas de 50, 60 e 70 existiu uma importante actividade relacionada com a cultura das Ostras nos estuários do Sado e do Tejo. No Domínio Público Marítimo havia um total de 2.394,5 hectares de concessões, onde trabalhavam 4.000 pessoas, entre permanentes e sazonais.

Foi atingida uma quota de exportações equivalente a 30.000 toneladas anuais (em ostras de mercado) que a preços actuais corresponderia a um volume de negócios de muitos milhões de euros/ano.

A actividade terminou com o desaparecimento das Ostras no Estuário do Sado, nos anos 70, tendo ressurgido recentemente.

AGORA QUE SABE UM POUCO MAIS SOBRE OSTRAS, CONHEÇA A NOSSA QUALIDADE